Palavras do vereador Almir Agente na Câmara de Vereadores de Salgueiro

Almir Ferreira ou Almir “Agente” tem se destacado na Câmara Municipal de Vereadores de Salgueiro pela serenidade nos discursos.Na última reunião, o vereador enfocou as ações já trabalhadas no legislativo e falando das eleições 2014, disse que Raul Henry(PMDB) será o vice na chapa apoiada pelo socialista Eduardo Campos, possível candidato a presidente, e que,Jarbas Vasconcelos será candidato a deputado federal.

Escrito por Wilson Monteiro

 

Dia Mundial da Terceira Idade

Em dezembro de 1990, a Assembleia Geral da ONU incluiu o 1° de outubro no calendário de suas comemorações especiais. Estava estabelecido o Dia Internacional do Idoso, celebrado com o objetivo de promover a discussão sobre os direitos e condições de vida da terceira idade.

Segundo a legislação brasileira, compõem o time da terceira idade pessoas com 60 anos ou mais, que hoje representam 12% da população total, de acordo com o Censo 2010. No entanto, com o crescente aumento da qualidade de vida no país, a expectativa é de que, em 2050, um em cada três brasileiros esteja com mais de 60 anos.

Para proteger e garantir os direitos do idoso foi sancionada, em 28 de dezembro de 2006, a Lei nº11.433 que criou o Estatuto do Idoso. Segundo ele, todo cidadão com 60 anos ou mais deve ter desconto de 50% nas atividades culturais e educativas; programas nos meios de comunicação com conteúdos culturais e educativos sobre o processo do envelhecimento e gratuidade nos transportes públicos urbanos, entre outros benefícios. O Estatuto garante também penalidades para quem mostrar imagens que desrespeitem as pessoas mais velhas ou para quem abandonar o idoso sem assistência.

A criação do Estatuto segue a tendência mundial do envelhecimento da população. Nos países desenvolvidos, a expectativa de vida é de 75 anos e com os avanços da medicina, essa população vem se tornando cada vez mais ativa e saudável.

Para envelhecer bem é necessário que a pessoa, ainda na idade adulta, pratique esportes de acordo com sua capacidade física, mantenha uma alimentação saudável e de qualidade, participe de programas de integração social, mantendo relacionamentos com outras pessoas de sua idade, pratique atividades produtivas, etc.

Envelhecer não é um processo fácil, muitas vezes causa depressão, desânimo, pois as pessoas vão sentindo que não tem mais valor para o trabalho, nem para seus entes queridos e familiares. Socialmente, nada há mais triste que abandonar idosos em lares, não permitindo a cooperação e a partilha de saberes entre as diferentes gerações.

É preciso que os idosos sejam tratados com reverência e consideração, por serem mais velhos e por terem mais experiência de vida, aspectos fundamentais para a sua estabilidade emocional. Sendo assim, estando com o lado emocional equilibrado, a saúde mental será muito mais valorizada e proveitosa.

GONZAGA PATRIOTA, Contador, Advogado, Administrador de Empresas e Jornalista, pós graduado em Ciência Política e Mestre em Ciência Política e Políticas Públicas e Governo e Doutorando em Direito Civil, pela Universidade Federal da Argentina. É Deputado desde 1982.

Blog do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA (PSB/PE)

 

Exigências de uma criança/Wilson Monteiro

Eu quero um mundo pacífico
Porque não sou responsável pelas guerras.
Eu quero um mundo sem fome
Porque não sou responsável pela miséria.
Eu quero mares e rios saudáveis
Porque não sou responsável pela poluição.
Eu quero os homens falando de amor
Porque não provoco palavras de ódio.
Eu quero luz
Porque não sou responsável pelas trevas.
Eu quero sorrisos
Porque não sou responsável pelas tristezas.
Eu quero caminhar pelas ruas sem medo de crimes,
Ou seqüestros
Porque não sou responsável pela violência.
Eu quero a fauna e a flora exuberantes
Porque não sou responsável pela devastação.
Eu quero um país democrático
Porque não sou responsável
Pelas prisões.
Eu quero a chuva caindo nos sertões
Porque não sou responsável pelas estiagens.
Eu quero políticos honestos
Porque não sou responsável pela vitória de corruptos.
Eu quero a fé em todos os corações
Porque não sou responsável pelas descrenças.
Eu quero os homens falando de Deus
Porque não sou responsável pelas idéias diabólicas.
Eu quero a VIDA
Porque não sou responsável pela MORTE.

Por Wilson Monteiro


 

Uma página contra o prefeito de Salgueiro na Folha do Sertão

Desde os tempos de criança,tenho sido um admirador do jornalista Machado Freire. Conheço a história deste homem que sempre defendeu os sertanejos, e, talvez, tenha passado a escrever inspirado no mesmo, mas ao fazer a leitura da Folha do Sertão, fiquei desencantado.O Machado já não é mesmo.Imbuído de um inexplicável ódio dedica uma página contra o prefeito de Salgueiro.Poderia até publicar dez, vinte ou centenas porque os próximos números serão semelhantes aos primeiro.
Não sou político,escrevo por ser um admirador de Érico Veríssimo, Castro Alves, Raimundo Carrero, o próprio Ivo Júnior, Osvaldo Nunes, Hélio Ferreira e muitos outros proporcionamqie bons momentos para o debate na aridez do Sertão.
Basta da literatura sem estética,desprovida da ética,batendo na mesma tecla.
Às vezes para continuar com um trabalho sério, devemos abandonar as paixões políticas.Temos várias pessoas que alimentam um ódio imenso contra a nossa maneira de escrever, mas,oramos para que nossa escrita traga paz,amor, reconstruíndo ideias.
Uma página contra o prefeito Marcones Libório de Sá, publicado na Folha do Sertão do jornalista Machado Freire.Talvez o mesmo tenha esquecido do nobre Marcos Freire:”Sem medo, sem ódio.”
O galo não deixará de cantar por causa disso, nem a vida voltará ao dia anterior.
Não é um patrulhamento contra o jornalista Machado Freire, mas há exagero nas publicações.
O discípulo, no caso Wilson Monteiro, que tantos conselhos recebeu do nobre jornalista pode também questionar, perguntando:
-Por que tanto ódio?

Escrito por Wilson Monteiro

Salgueiro aparece em 6º lugar no índice Firjan entre 174 municípios de Pernambuco

Mais uma vez o município de Salgueiro – o principal e mais desenvolvido de todo Sertão Central, que vem na última  década abraçando uma série de obras e ações de grande estrutura em parceria com governos federal e estadual, se destaca no Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) com indicadores positivos na edição 2013 tendo como ano base – 2011. No último ranking, o município ocupa o 6º lugar na escala estadual, ficando à frente de outros municípios desenvolvidos como Petrolina, Olinda, Arcoverde, Garanhuns e Serra Talhada. A avaliação envolveu 174 municípios no Estado.

O cronograma da estatística aborda receita própria, gasto com pessoal, investimentos e liquidez dentre conceitos que vão de A a D. A distribuição dos resultados é feita no panorama nacional, regional e dos municípios.  No primeiro semestre deste ano, o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) apontou Salgueiro entre os dez de Pernambuco, figurando em 3º lugar ao lado de Recife e Ipojuca.

O índice é um estudo anual do Sistema FIRJAN que acompanha o desenvolvimento dos mais de 5 mil municípios brasileiros em três áreas: Emprego & Renda, Educação e Saúde.

Os dados são registrados com base em estatísticas públicas oficiais, disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde. Nesse caso, a quantidade de emprego e o nível salarial são ajustados para o tamanho da cidade. No caso dos indicadores de saúde e educação, o IFDM busca medir atribuições próprias dos municípios. A educação que o IFDM capta é a básica e pré-escolar e a saúde é o nível básico como o atendimento pré-natal, por exemplo.

O prefeito Marcones Libório de Sá lembrou que Salgueiro  tem surpreendido  ao figurar com excelente desempenho no Firjan, focando em vários setores a exemplo da área fiscal, ampliando, assim, o desenvolvimento da população diante a garantia de saúde, educação e condições para geração de emprego e renda.

“Esses resultados, principalmente os mais recentes de 2013, contribuem para que nossa gestão possa continuar investimento cada vez mais pensando não só no crescimento de números, mas na qualidade de vida da população e no caminho correto do progresso coletivo”, observou.

 

DO OUTRO LADO DO ARCO-ÍRIS/IVO JÚNIOR

Do outro lado do arco-íris,
eu edifiquei uma cidade sem nome.
Com as tintas do mesmo arco-íris,
deixei escrito em cada esquina
um verso inviolável.

Durante sete manhãs e sete noites,
fui rei e fui mendigo;
fui carrasco e fui vítima;
fui luz e fui escuridão…
Aprendi a decifrar enigmas,
entretanto não consegui entender
o segredo das nuvens transparentes.

Nas sete ruas da cidade sem nome,
inventei um sonho colorido
no qual fui anjo e fui palhaço;
fui Deus e fui demônio;
fui razão e fui quimera…
Depois banhei os olhos numa chuva morna,
enquanto relampejava em minha alma.

Do outro lado do arco-íris,
dei um laço na Linha do Equador
e desenhei mapas de países inabitados.
Mas somente quando bebi perfumes,
em sete potes de ouro,
foi que comecei a edificar outra cidade
com as poucas lágrimas que me restaram.

Poeta Ivo Júnior – Salgueiro – PE.

 

Bandeirinha Guerrô | Tarcilo de Brito Ramos

Eram Bocas-pretas em campos de Margaridas.

Lata-velha!

Sertões com Zebras e Leões.

Catabi!

Seria África?

Hum!!!

Só jeitos de ver o mundo.

Só ares…

Peso do Coronel,

sem Lampião,

vendo no escuro.

Piaba frita na chapa craniana,

Tróia e Esparta na caixa torácica!

Decifrava mundos…

Fazia a ponte cidades/mato.

Segredos?

Traduzidos na fonte,

buscava as novidades.

Conhecia a língua das plantas,

sabia dos frutos a realidade.

Suco de matutos -, farto seu lagares…

Eletricidade para a cidade prenhe!

Barriguda…

Salgueiro fecunda,

À espera do Baile.

*”No céu,

uma ARRIBAÇÃO com o bico escreve,

o que as asas apagam”

*adaptado de verso caipira, que acredito seja de domínio público.

Estão abertas inscrições para concurso público da Prefeitura de Serra Talhada

Foram abertas nesta sexta-feira (27) as inscrições para concurso público da Prefeitura Municipal de Serra Talhada, com 396 vagas para os mais variados cargos. As inscrições podem ser feitas pelo site www.upenet.com.br. Para evitar problemas, dessa vez o certame será organizado pelo Instituto de Apoio à Universidade de Pernambuco (IAUPE), que é vinculado à Universidade de Pernambuco (UPE). O edital e todos os seus anexos que tratam do concurso estão disponíveis no site da prefeitura (www.serratalhada.pe.gov.br).

Entre as vagas disponibilizadas estão: assistente social, auditor fiscal, arquiteto, analista de sistema, biomédico, educador físico, engenheiro agrônomo, engenheiro civil, engenheiro de pesca, farmacêutico, fiscal ambiental, nutricionista, enfermeiro, pedagogo, procurador municipal, psicólogo, agente de combate as endemias, professor (diversas áreas), médico (diversas áreas), zootecnistas, agente administrativo, guarda municipal e várias outras. Os salários variam de R$ 678,00 a R$ 2.800,00. Três por cento das vagas são para portadores de necessidades especiais.

Comentário em destaque/Cícero Magalhães

Cícero Magalhães. Advogado says:
26 de Setembro de 2013 at 21:29
Prezado Ailton, saudações.
De logo, parabenizo-o pela postagem, cuja qual julgo por demais pertinente, caindo como uma luva frente os comentários infelizes e impertinentes feitos pelo “cidadão”, que diante de sua insignificância, reservo-me ao direito de não transcrever o nome.
Pois bem, diante do conteúdo de seu comentário, sinto-me na obrigação de transcrever trecho de autoria do Filósofo, Matemático, Crítico social, Escritor, Russell, Bertrand, in “A Conquista da Felicidade”, quando abordou o tema “O Desgaste da Inveja”, utilizando-se de sua sabedoria, assim definiu a inveja, in verbis:
“O Desgaste da Inveja”:
“De todas as características que são vulgares na natureza humana a inveja é a mais desgraçada; o invejoso não só deseja provocar o infortúnio e o provoca sempre que o pode fazer impunemente, como também se torna infeliz por causa da sua inveja. Em vez de sentir prazer com o que possui, sofre com o que os outros têm. Se puder, priva os outros das suas vantagens, o que para ele é tão desejável como assegurar as mesmas vantagens para si próprio. Se uma tal paixão toma proporções desmedidas, torna-se fatal a todo o mérito e mesmo ao exercício do talento mais excepcional.
Por que é que o médico deve ir ver os seus doentes de automóvel quando o operário vai para o seu trabalho a pé? Por que é que o investigador científico pode passar os dias num quarto aquecido, quando os outros têm de expor-se à inclemência dos elementos? Por que é que um homem que possui algum talento raro de grande importância para o mundo deve ser dispensado do penoso trabalho doméstico? Para tais perguntas a inveja não encontra resposta. Afortunadamente, porém, há na natureza humana um sentimento compensador, chamado admiração. Todos os que desejm aumentar a felicidade humana devem procurar aumentar a admiração e diminuir a inveja.
Bertrand Russell, in “A Conquista da Felicidade”
Por Cícero Magalhães. Advogado.

Na Sessão Ordinária desta quinta-feira, o vereador e ex-prefeito Paulo Afonso fez um longo discurso em defesa do Centro de Abastacimento, cloncluindo: “Ali tem um pedacinho de mim, foi construído na primeira administração como prefeito de Salgueiro”.
O vereador Hercílio Carvalho considerou que o Centro de Abastecimento vem ficando obsoleto e mostrou a necessidade da prefeitura procurar a verdadeira vocação para o prédio.
Após ouvir Márcio Nemédio, o vereador Pedro de Compadre(PV) afirmou que já conta com 60 anos de idade e nunca viu azulejos pintados.”Arranca-se e coloca um novo”, disse o Vereador do Partido Verde.

Antes que seja tarde…

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SALGUEIRO
CASA EPITÁCIO ALENCAR

JUSTIFICATIVA
Oral..
Quase meio milhão de reais gasto no Mercado Municipal de Salgueiro.

REQUERIMENTO Nº 0238/2013.

Requeiro a Mesa Diretora, empós instado o Pleno e observados os requisitos processuais, que seja solicitado ao Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal – Dr. Marcones Libório de Sá, para que se digne em proceder uma INSPEÇÃO na recém reforma do Mercado Municipal local, vez que, se constata diversas irregularidades atribuídas a empreiteira, que formalmente é responsável por quaisquer eventualidades em desacordo com as cláusulas explicitadas no Edital/Contrato da obra.

Gabinete do Vereador, em 25 de setembro de 2013.

Veja as fotos publicadas no Facebook do vereador e presidente da Câmara Municipal Márcio Nemédio

Lula admite Campos candidato e fala em aliança no 2º turno/Blog de Jamildo

Em entrevista a veículos ligados a sindicatos, ex-presidente diz ter ‘muito o que falar’ sobre o mensalão após julgamento

Petista lamenta saída do PSB do governo e afirma que ‘está no jogo’ para ajudar Dilma na campanha de 2014

Na Folha de São Paulo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva admitiu ontem a possibilidade de que o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), dispute o Planalto em 2014 contra a petista Dilma Rousseff.

“Se não der para a gente estar junto, o que precisamos é fazer uma campanha civilizada em que a gente possa estar junto no segundo turno.”

Ele disse no entanto que “trabalhava e continua trabalhando” com a perspectiva de aliança entre os dois partidos.

Lula falou ontem a veículos ligados a sindicatos, na sede de seu instituto, em São Paulo. Esta foi a segunda grande entrevista do ex-presidente desde que ele deixou o Planalto, em 2010.

Na semana passada, o PSB –aliado do PT desde 1989– anunciou seu desembarque do governo federal, dando o primeiro passo concreto para a candidatura presidencial de Campos no ano que vem.

Lula disse que a manutenção da aliança é “muito importante do ponto de vista simbólico” e que viu com “certa tristeza” o afastamento de Campos da base aliada. Disse, no entanto,que prefere “esperar março para dizer se ele vai ser candidato ou não”.

No final da entrevista, Lula disse que “está voltando com muita vontade, com muita disposição”. “Para felicidade de alguns, para desgraça de outros, é o seguinte: eu estou no jogo”, afirmou.

Ele disse que seu papel na campanha de 2014 “será o que a Dilma quiser que seja” e que participará das articulações de sua candidatura com “orientação da presidenta ou do partido”. “Fora isso, uma coisa que sei fazer, e espero estar em condições, é pedir voto. Eu me considero razoável de palanque.”

Ele disse, no entanto, acreditar que hoje Dilma precisa de seu apoio “menos do que precisava em 2010″. “Mas será o mesmo esforço. A vitória da Dilma é minha vitoria.”

MENSALÃO

Sobre o mensalão, Lula pediu que “compreendessem o direito” dele de só falar “com mais vontade” ao final do julgamento. “Qualquer que seja o resultado, eu vou ter muita coisa para falar.”

O Supremo Tribunal Federal concluiu que o mensalão foi um esquema ilegal de financiamento político organizado pelo PT para corromper congressistas e garantir apoio ao governo no Congresso em 2003 e 2004, logo após a chegada de Lula ao poder.

“Eu tenho juízo de valores. Estou com cócega na garganta muito grande para falar coisas que eu penso, que eu imagino que aconteceu. Eu muitas vezes tenho acompanhado o julgamento, tenho ouvido os ministros falarem, você vê que alguns têm preocupação de estudar [O CASO], outros não têm.”

Ele disse que prefere não se manifestar agora porque indicou parte dos ministros que compõem o STF e não quer “ficar colocando em dúvida as coisas da Suprema Corte, ficar colocando em xeque o voto de nenhuma pessoa”.

O ex-presidente criticou também a cobertura do caso. “Alguns companheiros já foram condenados pela imprensa. Se dependesse de setores da imprensa, até pena de morte valeria para alguns.”

O ex-presidente afirmou ainda que os meios de comunicação têm um “pensamento único”. “Muita coisa evoluiu no Brasil, mas os meios de comunicação não quiseram evoluir. Saíram de um momento de pensamento único em defesa do governo anterior ao nosso, e passaram a um pensamento único contrário. Até hoje continua assim.”

Sepultamento será às 17h, em Salgueiro

Estamos chegado do Centro de Velório do SAF. Lá, centenas de pessoas acompanham as últimas homenagens a Rogério Cantareli e Wanderley Limeira. O momento é de profunda dor. Os dois eram trabalhadores e todos os colegas ligados à telefonia estão presentes.O sepultamento das vítimas do grave acidente será às 17hs, em Salgueiro.

Nosso site deixa aqui os pêsames na certeza de que na Casa de Jesus há muitas moradas, conforme o mesmo afirmou.

Escrito por Wilson Monteiro

  • Desenvolvido por Chicão Webmaster